GOSTOU?ME SIGA!!!

O Google está fazendo algumas alterações no Google Friend Connect, agora os seguidores necessitam ter uma Conta do Google para fazer login no Google Friend Connect para seguir os blogs.
Se você que me seguia e não tinha cadastro no Google, por favor faça o seu cadastro e volte a participar da minha lista de seguidores e saibam que senti sim muita falta de vocês! Estou lhes esperando com o maior carinho!

Importante:

Importante:

sábado, 10 de outubro de 2015

Indicações do óleo essencial de bergamota



A bergamota é um fruto cítrico.

No campo psíquico, a bergamota tem um grande potencial terapêutico como libertadora para variados tipos de distúrbios; atua como restauradora da liberdade para aqueles que se sentem aprisionados aos seus medos, sofrimentos, dores, tristezas, ressentimentos, traumas e raivas.
Tudo isto pode ser considerado como restrições internas, pois é sabido que sentimentos

enterrados vivos, jamais morrem, até que sejam encarados e resolvidos.
Pessoas aprisionadas neste perfil são frequentemente sofredoras de retraimento, isolamento, timidez, desconfiança - podem ser muito reativas, inseguras e profundamente sensíveis; grande parte apresenta quadro depressivo crônico e / ou ansiedade, condições as quais a bergamota tem indicação terapêutica bastante positiva.
A raiva pode ser uma das emoções expressadas com grande frequencia, o que pode ser um sinalizador de um mecanismo de defesa, o qual esconde verdadeiros sofrimentos internalizados não resolvidos, mas ainda latentes e vivos, clamando por resoluções.
Curando-se a dor e o sofrimento interno, desaparecem sintomas de raiva e depressão; a sensação de isolamento e de muitas outras condições que podem acompanhar o quadro também somem. Assim, novas possibilidades surgirão - a passagem de sombra para a luz, a morte dando lugar a vida, que abre caminho para expressar-se livremente.
O oléo essencial de bergamota atua muito bem em pessoas hipersensíveis, ajudando-as a administrarem as situações relacionadas com perdas, dor, sofrimento, mágoas, ressentimentos, frustrações e muitas outras condições que podem afetá-las profundamente. A bergamota confere firmeza, determinação e confiança interna de que tudo tem evolução em começos, meios e fins.

No campo físico, a bergamota age como um excelente óleo digestivo, principalmente em casos de indigestão provocada por alimentos gordurosos, frituras, açúcares; regenerador das células do fígado, colaborador para a recuperação em ocorrências de alcoolismo.
O óleo essencial de bergamota, associado ao óleo essencial de limão, forma uma excelente sinergia para equilibrar o pH do corpo, e consequentemente, preservar a saúde em geral.
Na pele age combatendo a oleosidade; pode também ser usado no preparo de xampus para tratar cabelos oleosos com a presença de caspa.

PRECAUÇÕES: atenção e cuidados devem ser tomados ao se fazer uso do óleo de bergamota, assim como todos os óleos cítricos, pois são óleos fototóxicos, ou seja, fotossensibilizantes, e podem manchar a pele; logo, se for aplicado ao corpo é preciso não se expor ao sol por 24 horas após o seu uso.
Também é importante lembrar, que para ser aplicado a pele, os óleos essenciais (com exceção da lavanda) devem ser misturados a cremes ou óleos corporais. É proibido o uso de óleos essenciais internamente, ou seja, eles não devem ser ingeridos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom que você veio me visitar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES