GOSTOU?ME SIGA!!!

O Google está fazendo algumas alterações no Google Friend Connect, agora os seguidores necessitam ter uma Conta do Google para fazer login no Google Friend Connect para seguir os blogs.
Se você que me seguia e não tinha cadastro no Google, por favor faça o seu cadastro e volte a participar da minha lista de seguidores e saibam que senti sim muita falta de vocês! Estou lhes esperando com o maior carinho!

Importante:

Importante:

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Complicações da febre chikungunya



O período de incubação da febre chicungunha no ser humano pode ser de até 2 semanas, mas, na maioria dos casos, a doença surge entre 3 a 7 dias após o indivíduo ter sido picado pelo mosquito. Cerca de 80% dos pacientes contaminados irão desenvolver sintomas.


A chamada fase aguda da febre chicungunha começa com uma febre alta de início súbito, geralmente ao redor do 40ºC, associada à mal-estar e intensa poliartralgia (dor em várias articulações). As dores articulares costumam surgir nas primeiras 48 horas e acometem cerca de 90% dos pacientes com febre chicungunha. As dores surgem no corpo inteiro, mas os locais mais afetados costumam ser as mãos, punhos, pés e tornozelos. Intensa dor lombar também é comum. O paciente pode ter dor em mais de 10 grupos articulares ao mesmo tempo, o que o deixa bastante incapacitado.


Nos primeiros 2 ou 3 dias de doença, até 75% dos pacientes apresentam um rash maculopapular na pele, que são pequenos pontos avermelhados e agrupados, que podem ou não ter algum relevo. O rash surge com predomínio no tronco, mãos e pés. Cerca de 1/4 dos pacientes queixam-se de prurido nas lesões.


Dor de cabeça, dor muscular, cansaço, diarreia, vômitos, conjuntivite, dor de garganta e dor abdominal também são sintomas comuns na fase inicial da doença.


A fase aguda dura de 3 a 7 dias, período no qual os sintomas começam a desaparecer. Em cerca de 80% dos casos, porém, o paciente entra em uma fase chamada subaguda, que se caracteriza pela continuidade ou mesmo exacerbação das dores articulares. Apesar de não ter mais febre, o paciente pode permanecer semanas com poliartralgia. Se as dores articulares durarem mais de 3 meses, dizemos que o paciente entrou na fase crônica da doença, que pode durar por até 3 anos.


Complicações da febre chikungunya


Como não possui uma fase hemorrágica, a febre chicungunha costuma ser uma virose mais benigna que a dengue. O seu problema não costuma ser o risco de morte, mas sim o risco de incapacitação pelas intensas e prolongadas dores articulares.




SINTOMAS DA FEBRE CHIKUNGUNYA


O termo chikungunya vem de um dialeto da Tanzânia e significa algo como “aquele que se dobra”. O termo surgiu pelo fato dos pacientes acometidos pela doença terem intensas dores articulares, que fazem com que o mesmo fique com o tronco sempre arqueado.ém, quando adquirida por bebês, pacientes com mais de 65 anos ou por pessoas já previamente com múltiplas doenças, principalmente de origem cardíaca, pulmonar ou neurológica, a febre chicungunha costuma ter uma evolução mais agressiva, podendo, inclusive, levar esses pacientes ao óbito. A taxa de mortalidade da febre chicungunha é 50 vezes maior nos idosos quando comparados a adultos com menos de 45 anos.


Entre as complicações possíveis do CHIKV nesta população mais debilitada podemos citar: meningoencefalite, síndrome de Guillain-Barré, hepatite aguda, insuficiência renal aguda, surdez, lesão ocular, miocardite, pericardite e insuficiência respiratória.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Bebida para fortalecer os ligamentos do joelho



Esta receita , vai fortalecer os tendões e os ligamentos dos joelhos.
Trata-se de uma bebida à base de aveia, abacaxi, canela e aveia.

Ela é muito rica em nutrientes, como vitamina C, magnésio, silício e bromelina, que são encontrados no abacaxi.

A bromelina tem propriedade anti-inflamatórias e, por isso, ajuda a reduzir dores

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Sintomas de vermes em crianças

                                                            Hortelã pimenta

Os sintomas de vermes no bebê e em crianças podem ser:
Vômitos, diarreia ou cólicas;
Falta de vontade de brincar;
Barriga inchada, que não desaparece após massagem abdominal;
Coceira no ânus, especialmente à noite, dificultando o sono;
Presença de vermes na fralda, ânus ou fezes do bebê;
Pele amarelada;
Retardo no crescimento.

Os sintomas de vermes na infância surgem, principalmente, nos bebês com mais de 6 meses de idade, pois têm maior contato com o chão e a sujeira. Nestes casos é importante consultar o pediatra para iniciar o tratamento adequado.

Tratamento para vermes

O melhor tratamento para vermes é tomar um remédio para vermes, como o Albendazol, por exemplo. Esse medicamento pode ser comprado em qualquer farmácia, mas o seu uso varia de acordo com o tipo de verme e, por isso, é necessária uma consulta médica antes de tomá-lo.

Durante o tratamento, é importante lavar bem as mãos para evitar a transmissão dos ovos dos vermes para outros indivíduos, especialmente após defecar ou antes de cozinhar, por exemplo.

Deve-se consultar o clínico geral em caso de sintomas de vermes, uma vez que existem diversos tipos de vermes, como a solitária, a giardia ou o oxiúros, que devem ser tratados com remédios diferentes, como Albenazol ou Mebendazol, pelo menos 1 vez por ano.

Para evitar a infestação com vermes são recomendados alguns cuidados como: lavar frequentemente as mãos, manter as unhas aparadas, cozinhar bem a carne e lavar os legumes antes de utilizá-los. 


R
emédio caseiro para vermes

O remédio caseiro para vermes com hortelã pimenta é excelente para vermes porque ela é uma planta medicinal com ação vermifuga natural que mata e elimina os parasitas.

Ingredientes
4 talos e 10 folhas verdes de hortelã pimenta
300 ml de leite desnatado
1 colher de mel

Modo de preparo

Colocar o leite e a hortelã numa panela até ferver. Depois deixar a mistura esfriar e acrescentar o mel. O leite deve ser tomado morno 1 hora antes do café da manhã e o processo deve ser repetido 7 dias depois, totalizando 2 doses.

domingo, 4 de setembro de 2016

ÁGUA DE BERINJELA PARA EMAGRECER

ÁGUA DE BERINJELA PARA EMAGRECER


O segredo de emagrecimento da berinjela está nas fibras solúveis, que ela solta na água quando está de molho.


Depois de pronta, esta água em que a berinjela ficou de molho se torna rica em fibras solúveis e vira uma espécie de gel, capaz de limpar o organismo de excesso de toxinas e prolongar a saciedade.


A berinjela é rica em nutrientes e fibras. Usar a água da berinjela para fazer sucos no lugar de água pura, ou de outros líquidos, ajuda a eliminar toxinas e a prolongar a saciedade, com pouco acréscimo calórico.


Uma sugestão é fazer 1 litro de água de berinjela, usar o necessário para fazer o suco pela manhã e tomar o restante da água durante o dia. Para tornar o gosto mais agradável e potencializar ainda mais seus efeitos benéficos, pode-se pingar algumas gotas de limão na água.


Água de Berinjela com Abacaxi



Ingredientes
1 copo (250 ml) de água de berinjela
1 fatia de abacaxi
1 colher (sopa) de linhaça moída


Bater todos os ingredientes no liquidificador e beber em seguida.

Água de Berinjela com Maçã e Gengibre


Ingredientes
1 copo (250 ml) de água de berinjela
1 maçã
suco de limão a gosto
1 pedaço de gengibre
1 colher de chia ou linhaça

Bater todos os ingredientes no liquidificador e beber em seguida.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Suco bom para o fígado


Suco bom para o fígado


Rendimento: 1 porção

Ingredientes:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES