GOSTOU?ME SIGA!!!

O Google está fazendo algumas alterações no Google Friend Connect, agora os seguidores necessitam ter uma Conta do Google para fazer login no Google Friend Connect para seguir os blogs.
Se você que me seguia e não tinha cadastro no Google, por favor faça o seu cadastro e volte a participar da minha lista de seguidores e saibam que senti sim muita falta de vocês! Estou lhes esperando com o maior carinho!

Importante:

Importante:

domingo, 31 de maio de 2015

Como tratar gordura no fígado

Vamos falar de um mal de difícil tratamento pela medicina convencional: esteatose hepática ou fígado gordo, como é conhecido popularmente. O nome "fígado gordo" não é por acaso, pois essa doença é simplesmente o acúmulo excessivo de gordura no fígado. Esse excesso de gordura provoca a inflamação das células do fígado. Os principais sintomas da doença são dor abdominal, pele amarelada e vômitos. As causas da esteatose hepática normalmente estão relacionadas com a ingestão exagerada de bebidas alcoólicas. A doença, porém, também pode ser causada pelo colesterol alto, excesso de peso ou diabetes tipo 2. Quando a causa não é o álcool, temos a esteatose hepática não alcoólica. Como dissemos no início, a cura por meio da medicina convencional é bem difícil. Já pela medicina alternativa, a história é bem diferente, pois existe um tratamento muito eficaz para curar a doença. 
Esse tratamento é com lima-da-pérsia, uma fruta cítrica rica em vitamina e que tem a capacidade de limpar e restaurar o fígado. 
E como é esse tratamento? É simples. 
Pegue uma lima e lave-a muito bem. 
Bata a fruta com a casca e água (100 mL). 
Coe e beba imediatamente. 
Faça isso em jejum por 2 semanas seguidas ou mais.

fonte

sábado, 30 de maio de 2015

Floral Rescue remédio para combater estresse e ansiedade





Pesquisas confirmam a eficácia do Rescue Remedy como eficiente colaborador no combate ao elevado nivel de estresse e ansiedade.
Foi realizada no ano de 2007, pela University of Miami School of Nursing (UM), em conjunto com o The Sirkin Creative Living Center (SCLC), uma pesquisa específica sobre a ação do Rescue na redução e alívio do estresse e ansiedade. O resultado dessa pesquisa sugere que a ação terapêutica deste produto completamente natural, inteiramente desenvolvido por origem de flores encontradas na natureza, comprova-se efetivo em sua ação antiestresse e ansiolítico - seu efeito foi comparado ao de drogas farmacêuticas tradicionais, mas com uma diferença muito positiva: não apresenta nenhum efeito colateral ou estimulante à adicção, por uso do produto.

O Rescue foi desenvolvido pelo Dr. Edward Bach, na Inglaterra, que utilizou cinco flores silvestres específicas, para compor a sinergia: Rock Rose, para combater e aliviar o terror e o pânico, ajudando a desenvolver uma coragem heróica; Impatiens, para tranquilizar e diminuir a irritação, trazendo a paciência; Clematis, para combater a desatenção e a falta de foco; Star of Bethlehem, para aliviar o choque e o trauma, segundo o Dr Bach é a essência floral "Consoladora da Alma" e o Cherry Plum, para acalmar os pensamentos indesejáveis e irracionais, favorecendo o equilíbrio físico, mental e emocional.

Este grande estudo sobre a ação do Rescue, realizado nos Estados Unidos, vem apenas comprovar a sabedoria e a generosidade da Mãe Natureza que, por intermédio do magnífico trabalho de pesquisa do Dr. Edward Bach, possibilitou chegar até nós estes eficientes apoiadores e nos beneficiar, com suas propriedades terapêuticas, promovendo o bem estar, harmonia e equilíbrio.

O Rescue é um floral que pode beneficiar a todos: ajuda a preparar para cirurgias, provas, entrevistas de emprego, entre outras situações consideradas estressantes; equilibra as emoções diante de uma notícia inesperada; enfim é indicado para todos os momentos emergenciais. Ele pode ser adquirido sem receita médica, portanto, todos podem ter acesso a este precioso floral.

Atualmente o floral Rescue está disponível em forma de gotas, spray e pastilhas. A maioria das farmácias de homeopatia manipula o Rescue em um vidro de 30 ml, e sua indicação é tomar 4 gotas / 4 vezes ao dia. Como sua preparação leva brandy (conhaque a base de uva), pessoas com problemas com o álcool devem diluí-lo em bebidas quentes (chás, cafés...), com o objetivo do álcool evaporar; as demais devem pingar as gotinhas diretamente na boca.

Também está disponível no mercado o "Rescue Sleep" que além das cinco flores do Rescue possui o floral White Chestnut em sua composição, o qual alivia os pensamentos repetitivos e preocupantes, trazendo calma e clareza mental - benéfico para quem tem problemas de insônia; além dele também existe o "Rescue Cream" que conta com a junção do floral Crab Apple, o floral da purificação do corpo físico, ajudando a restabelecer a integridade da pele quando se tem algum tipo de machucado, alergias, espinhas e outros problemas cutâneos.

É importante fazer o floral em uma farmácia de homeopatia de sua confiança, e certificar-se que os florais utilizados são os florais originais do Dr. Bach.

Utilize o Rescue Remedy para manter ou reconquistar a harmonia e o equilíbrio!

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Banho de limpeza energética com folhas de louro




As folhas de louro (Laurus nobilis) são muito utilizadas para tempero, mas você sabia que elas possuem poderes medicinais?

Quando você se sentir cansado, desvitalizado, absorvendo problemas dos outros, experimente tomar um banho com chá de louro: 

pegue 5 folhas de louro secas ou 10 folhas de louro frescas, e deixe ferver com 1 litro de água; Abafe o chá por 10 minutos, retire as folhas e deixe esfriar (a ponto de não queimar sua pele). 
Após o banho normal, despeje o chá sobre seu corpo (dos ombros para baixo). 
Faça esse procedimento 3 vezes na semana (em dias alternados), e você se sentirá revigorado e cheio de energia vital.
Além disso, seus chacras se beneficiarão do equilíbrio energético, proporcionando saúde e bem-estar.

Colocar folhas de louro em banhos de imersão também beneficia o relaxamento muscular, tonifica o corpo e trata dores articulares.

As folhas de louro também são consideradas anti-sépticas e digestivas, por isso um chá de louro após a digestão é benéfico para estimular a mesma.


outro banho
7 folhas de louro , 1 colher de chá de erva doce, 7 cravinhos da índia... ferver em um litro de agua, coar e colocar um pouco de mel e usar do pescoço para baixo...é muito bom para prosperidade

terça-feira, 26 de maio de 2015

Balas de gengibre para problemas de garganta


Balas de gengibre



Esta é uma poderosa receita de bala de gengibre, que é infalível para qualquer dor de garganta e excelente para quem usa muito a voz (professores, palestrantes, cantores, etc.)

Bala de gengibre:

Ingredientes: 
3 xícaras de açúcar mascavo, 
1 colher (chá) de manteiga, 
suco de meio limão (de preferência o siciliano), 
meio copo de água ou chá como malva, tanchagem ou hortelã, 
250g de gengibre.

Modo de fazer: Descasque o gengibre e rale-o em pedaços pequenos; Misture todos os ingredientes e leve ao fogo até o ponto de bala (Coloque um pouco da mistura em um pote de água fria, e veja se é possível enrolá-la).
Despeje a bala em pia de mármore, untada, e espere esfriar. Com as mãos untadas, corte em filas a mistura, enrole e pique as balas.
No fim, peneire as balas com açúcar de confeiteiro.

Indicações: afecções da garganta.

sábado, 23 de maio de 2015

Xarope expectorante e contra tosse

O inverno está chegando... E com ele,  os incômodos de alguns problemas respiratórios.
Para isso, é interessante termos um ótimo xarope natural em casa, que nos ajuda a aliviar a tosse em caso de gripes, resfriados e alergias; e é expectorante, ajudando também em casos de gripes, resfriados e sinusites.

Xarope de guaco e abacaxi

Ingredientes:
1 fatia grossa de abacaxi em cubos e sem casca;
1 litro de chá de guaco;
20 gotas de extrato de própolis;
4 colheres (sopa) de mel;

Modo de preparo:

Faça o chá de guaco da seguinte maneira: ferva a água e coloque-a sobre 2 colheres (sopa) de folhas de guaco secas ou sobre 4 colheres (sopa) das folhas de guaco verdes. Deixe em infusão (abafado) durante 20 minutos, a seguir coe o chá. Espere esfriar.
Quando o chá estiver frio, coloque-o em uma panela, acrescente o abacaxi amassado com um garfo e os demais ingredientes. Leve ao fogo até ferver, mexendo sempre. Coloque o xarope em um vidro escuro esterelizado, e armazene na geladeira por até 1 mês.
Adultos podem tomar 3 colheres (sopa) por dia; crianças podem tomar 2 colheres (sobremesa) por dia.

OBS: é importante utilizar apenas materiais esmaltados, de vidro ou inox para o preparo de qualquer receita de fitoterapia, pois materiais de alumínio e plástico contaminam o produto medicinal.

OBS 2: o abacaxi pode ser substituido por agrião, nesse caso, ferva 100 gramas de folhas de agrião frescas junto com o chá de guaco, o própolis e o mel; após ferver, coe.
Se preferir, pode colocar 1 litro de água, o mel e o própolis e ferver com as folhas de guaco e agrião, e após esse processo, coar o xarope. É importante lavar bem as folhas das ervas, e de preferência utilizar as plantas orgânicas, as quais não tem agrotóxicos, pesticidas e nenhuma outra substância prejudicial à saúde.

sábado, 9 de maio de 2015

As ervas medicinais e seus benefícios

Para quem gosta de utilizar ervas medicinais,achei este guia de chás muito útil!!!

terça-feira, 5 de maio de 2015

Tratamento natural para artrose




O tratamento natural para artrose, ou artrite degenerativa, é baseado no fortalecimento e nutrição das articulações. Essa condição também chamada de osteoartrite, é conhecida como a forma mais comum entre os mais de 100 tipos de artrite. É marcada pela ruptura, ou até mesmo pelo desaparecimento da cartilagem, entre uma, ou mais articulações. Para tratar, e em alguns casos curar essa condição, pode-se optar pelo tratamento dietético, ou suplementos fitoterápicos.

Em casos realmente graves, onde o estágio do dano às articulações já é avançado, há que considerar um tratamento fisioterápico, específico para esta condição.

Entretanto, também pode-se obter resultados significativos com ervas naturais, como é o caso da Boswellia Serrata. Em forma de suplemento pode ser facilmente encontrada em lojas de produtos naturais. É de grande eficácia para a redução da dor ao redor das articulações, sendo que também ajuda a reduzir a inflamação no tecido conjuntivo. Poderá fazer a ingestão, tanto da tintura, quanto das cápsulas.

Outra opção que mostra resultados positivos é a cereja de inverno, também chamada no Brasil de lanterna japonesa. É de grande ajuda para combater a dor nas articulações. Auxilia no fortalecimento dos músculos e dos ossos, mas é particularmente conhecida por sua capacidade de apoiar as juntas. Beba o chá, ou se preferir, as cápsulas.

Poderá, ainda, fazer a ingestão de um chá todas as noites, ou utilizando a erva garra do diabo, ou casca de salgueiro-branco.

Para tratar a artrose com uma dieta saudável, a escolha mais sábia é manter o organismo nutrido com alimentos ricos em enxofre. Este elemento químico é especialmente indicado para construir e reconstruir músculos, o tecido conjuntivo, e também a cartilagem.



Suas fontes mais abundantes são a alfafa, as nozes, sementes, como a linhaça, milho, aspargos, ovos, cebola, alho, aveia, abacate e melancia. Construa um programa de alimentação de maneira que possa alternar todas, ou várias destas opções nas refeições principais, em pelo menos 5 dias da semana.

A alimentação também deve conter alimentos ricos em Vitamina C, onde o mais recomendado para esta condição são os morangos. Há que comer pelo menos 5 numa base diária, e de preferência com creme de leite, que acelera a absorção dos nutrientes desta fruta por parte do organismo.

Propriedade da cereja de inverno

flores canoas floricultura 1
A cereja de inverno é uma planta que tem propriedades diuréticas e depurativas, que são utilizados em particular, para combater a retenção urinária, mas também muito útil em todos os casos de nefrite, gota, pedras nos rins e bexiga e em todas as formas e mal-estar que afeta o trato urinário.
Para todas as preparações à base de plantas é explorada cereja de inverno os frutos secos, mas cada tipo de peça verde não deve ser usado para a excessiva concentração de alcalóides. As flores apresentam essas mesmas características.
Dentro dos frutos da cereja de inverno pode encontrar uma quantidade muito elevada de vitamina C

Garra do Diabo

Harpagophytum procumbens, conhecida como garra do diabo, é uma planta nativa da África que recebe esse nome devido à sua fruta, que é coberta de ganchos que se grudam a animais para espalhar as sementes.
Suas raízes são usadas para fazer um medicamento, usado para arteriosclerose, artrite, gota, dor muscular, dor nas costas, tendinites, dores no peito, irritação gastrointestinal ou queimação, febre e enxaqueca. Também é usada para dificuldades no parto, problemas menstruais, reações alérgicas, perda de apetite e doenças renais e da bexiga. Pode ser aplicada na pele para tratar ferimentos e problemas cutâneos.
Hoje em dia, a garra do diabo é usada contra inflamações e para aliviar a dor da artrite, dores de cabeça e dores nas costas. Testes indicam que a garra do diabo pode ajudar a combater inflamações, e ela é muito usada na Alemanha e França.

Usos Medicinais da Garra do Diabo

Como dito anteriormente, a garra do diabo oferece muitos benefícios. Vamos falar mais sobre alguns deles.

Osteoartrite

Estudos mostram que o uso da garra do diabo reduz a dor e melhora o funcionamento físico em pessoas com osteoartrite. Um estudo de 4 meses com 122 pessoas com osteoartrite no joelho e quadril comparou a garra do diabo a um medicamento europeu para alívio da dor.
Os resultados foram extremamente positivos para a garra do diabo: os pacientes que tomaram a erva sentiram os mesmos efeitos que os pacientes que tomaram o medicamento, com a vantagem de experimentarem menos efeitos colaterais.
Uma análise de 14 estudos dobre o uso da garra do diabo para tratar artrite descobriu que os estudos mostram que a garra do diabo diminui a dor nas juntas, enquanto uma análise de 12 outros estudos mostrou que a garra do diabo é eficaz para artrite na coluna, quadril e joelho.
Pessoas que tomam a garra do diabo podem diminuir as doses dos medicamentos que usam para dor, embora o estudo que oferece essa evidência ter sido realizado usando um produto específico da raiz de garra do diabo em pó.

Dor nas costas e pescoço 

Tomar a garra do diabo de forma oral parece ser capaz de diminuir a dor nas costas, embora muito dos estudos tenham sido conduzidos de forma não satisfatória. Em um estudo com 63 pessoas com dor leve a moderada nas costas, pescoço ou ombros, tomar um extrato de garra do diabo ajudou a aliviar as dores.
Em outro estudo, homens e mulheres com dor crônica na lombar que tomaram a garra do diabo relataram que precisaram de menos analgésicos e sentiram menos dor.
Ainda em outro estudo, publicado na revista Rheumatology, os efeitos da garra do diabo foram comparados ao de um anti-inflamatório por seis semanas. Os resultados mostraram que as pessoas que tomaram a garra do diabo tiveram os mesmos benefícios daquelas que tomaram o anti-inflamatório.

Outros usos

Muitos naturalistas recomendam a garra do diabo para tratar irritação estomacal, perda de apetite, colesterol alto, gota, dores musculares, enxaqueca, dores de cabeça, alergia e febre. Preparos tópicos podem ser usados na pele para curar ferimentos, úlceras, bolhas e lesões. A garra do diabo também parece ter efeito no controle de diabetes, diminuindo os níveis de açúcar no sangue. Entretanto, esses usos da erva não são comprovados.

Efeitos Colaterais da Garra do Diabo 

Reações alérgicas, embora raras, podem ocorrer. Se os sintomas da reação alérgica forem sérios e incluírem dificuldade de respirar, fechamento da garganta, inchaço dos lábios, língua ou rosto e formigamento, procure atendimento médico imediatamente e descontinue o uso.
Outros efeitos colaterais menos graves incluem dor de cabeça, barulho no ouvido, náusea, vômito, dor abdominal, perda de apetite, perda do paladar, irritação estomacal e sensação de saciedade. Não se sabe se é seguro tomar a garra do diabo por longos períodos de tempo, já que não há estudos analisando efeitos a longo prazo.

Contraindicações

Pessoas com úlceras estomacais, úlceras no duodeno ou pedra na vesícula não devem tomar a garra do diabo. O mesmo vale para mulheres grávidas ou amamentando, já que estudos não foram feitos para comprovar a segurança. Pessoas com doenças cardíacas ou hipertensão devem perguntar a seus médicos antes de começar a tomar a garra do diabo.
Medicamentos que são metabolizados pelo fígado podem ter uma absorção mais lenta durante o uso da garra do diabo, e tomar o extrato com alguns desses medicamentos pode aumentar seus efeitos colaterais no corpo.
A garra do diabo pode causar a queda dos níveis de açúcar no sangue, e no caso de uso de medicamentos que diminuem os níveis de açúcar do sangue, pode haver uma queda muito grande; portanto, é necessário um acompanhamento próximo ao médico e uma monitorização dos níveis de açúcar no sangue durante o tratamento com a garra do diabo.

Como Tomar Garra do Diabo

As doses da garra do diabo são orais e dependem do problema a ser tratado, o extrato da planta usado e as necessidades do paciente.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS POPULARES